Compartilhe esse conteúdo

Vários países oferecem programas e facilidades para especialistas estrangeiros fixarem residência. Profissionais da área de saúde e tecnologia, geralmente, são mais procurados.

De acordo com a advogada especializada em imigração, Renata Castro, os Estados Unidos, por exemplo, têm um visto especial para profissionais em cinco áreas da saúde, entre eles enfermeiros, fisioterapeutas e fonoaudiólogos.

“No geral, o brasileiro desconhece pequenas nuances do código imigratório dos Estados Unidos. Por exemplo, um favorecimento do governo em atrair enfermeiras formadas no exterior para morar e trabalhar nos EUA. Esses profissionais fazem uma prova de licenciatura para atuar como enfermeiro e podem morar e trabalhar legalmente com a família no país”.

Ela acredita que a demanda por enfermeiros nos EUA é muito grande e deve aumentar por conta da pandemia. Para se candidatar a esse visto é preciso, além da formação, falar inglês fluente.

A advogada Viviana Callegari, especialista em imigração do escritório Posocco & Advogados Associados, ressalta que hoje há muita procura de brasileiros por países como Alemanha, Irlanda, Portugal, Japão e Canadá.

“Portugal, por exemplo, alterou sua legislação para facilitar a entrada de estrangeiros, deixando o processo bem menos burocrático”, afirmou.

Sarah Sánchez, que é conselheira em promoção e prospecção no Escritório do Quebec, no Canadá, em São Paulo, diz que nos últimos anos, muitos brasileiros foram para Quebec através de missões de recrutamento.

“A sociedade está envelhecendo rapidamente e precisamos de mão de obra qualificada. Muitas empresas escolhem o Brasil para recrutar profissionais de diferentes áreas, como tecnologia da informação, games, usinagem e enfermagem, por causa da qualidade das formações. Estamos justamente neste momento, com uma iniciativa de recrutamento de enfermeiros no Brasil”.

Vale destacar que os brasileiros não estão saindo só para trabalhar, mas também para oferecer trabalho. Bruna Allemann é especialista em investimento de alta renda e disse que há muitos brasileiros investindo para conseguir o visto EB-5 nos EUA. “O montante do investimento depende muito da localização e do tipo de negócio.”

Reportagem: Lorrany Martins/A Tribuna. Foto: Rawpixel/Freepik

OUTRAS INFORMAÇÕES

Reportagens em vídeo: posocco.com.br/tv
Reportagens em áudio: posocco.com.br/radio
De Olho No Seu Direito: posocco.com.br/#videos
Estes conteúdos também são encontrados no SoundCloud e no YouTube.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Facebook: facebook.com/PosoccoAssociados
Instagram: instagram.com/PosoccoAdvogadosAssociados
YouTube: youtube.com/PosoccoAdvogadosAssociados
SoundCloud: soundcloud.com/posocco
WhatsApp: (13) 99200-9191 e (11) 99217-5115

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *