Compartilhe esse conteúdo

Mudança obriga instituições a transferirem para o crédito parcelado, com taxas menores, os valores do rotativo não quitados em 30 dias

A partir deste mês, os consumidores que não conseguirem pagar integralmente a tarifa do cartão de crédito só poderão ficar no crédito rotativo por 30 dias. A nova regra, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em janeiro, entra em vigor nesta segunda-feira (3).

A medida consta da reforma microeconômica anunciada pelo governo do presidente Michel Temer no fim do ano passado. A nova regra obriga as instituições financeiras a transferirem para o crédito parcelado, que cobra taxas menores, os valores do rotativo que não forem quitados nos primeiros 30 dias.

Durante esse período de quase dois meses, os bancos definiram as novas taxas para o crédito parcelado. De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a medida tem o potencial de reduzir pela metade os gastos com juros em 12 meses.

O Portal Brasil fez um vídeo sobre os benefícios das novas regras do cartão de crédito.

Fonte: Agência Brasil e Portal Brasil. Imagem ilustrativa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *