Compartilhe esse conteúdo

A Revisão da Vida toda foi aprovada em dezembro de 2019 pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Ela tem como objetivo corrigir o valor da aposentadoria, incluindo todas as contribuições feitas ao INSS ao longo da vida do trabalhador.

Para que você possa entender, o trabalhador que se aposentou após o ano de 1999 não pôde computar em seu benefício, os salários de contribuição anteriores a 1994. Na época, o INSS realizou o cálculo com base na média dos 80% melhores salários de julho de 1994 até a data do requerimento.

Agora o segurado tem direito ao cálculo da aposentadoria que for mais vantajoso:

  • a média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo (norma definitiva da Lei 8.213/1991), ou
  • a média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a, no mínimo, 80% de todo o período contributivo desde julho de 1994, data do Plano Real (regra de transição da Lei 9.876/1999).

Em um dos recursos julgados recentemente pelo STJ, o segurado que pediu a Revisão da Vida Toda passou a ganhar R$ 1.000,00 a mais em sua aposentadoria.

Se você realizou contribuições ao INSS antes de julho de 1994 e quer saber se essa revisão é vantajosa, procure um advogado de sua confiança, a Defensoria Pública ou a OAB da sua cidade.

Veja o vídeo

OUTRAS INFORMAÇÕES

Reportagens em vídeo: posocco.com.br/tv
Reportagens em áudio: posocco.com.br/radio
De Olho No Seu Direito: posocco.com.br/#videos
Estes conteúdos também são encontrados no SoundCloud e no YouTube.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Facebook: facebook.com/PosoccoAssociados
Instagram: instagram.com/PosoccoAdvogadosAssociados
YouTube: youtube.com/PosoccoAdvogadosAssociados
SoundCloud: soundcloud.com/posocco
WhatsApp: (13) 99200-9191 e (11) 99217-5115

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *