Compartilhe esse conteúdo

Cerca de 186 mil pessoas da região da Baixada Santista, proprietárias de telefone fixo nos planos de expansão da antiga Telesp até 1997, têm entre R$ 10 mil a R$ 19 mil para receber de ações não resgatadas. Procure um advogado de sua confiança, o Procon ou a OAB de sua cidade e faça valer o seu direito.

Entenda a história

Até 1997, as pessoas não podiam assinar um serviço mensal como hoje. Para ter um telefone fixo, era preciso adquirir uma linha, que custava caro. Com ela, vinham ações da empresa, proporcionais ao valor pago, no caso da Telesp. Ou seja, todo mundo era obrigado a virar sócio da estatal. Sem saber, muita gente não resgatou as ações. Em outros casos, a Telesp desembolsou uma quantidade menor de ações do que seria realmente devido.

Com informações da jornalista Rosana Rife, de A Tribuna.

Saiba mais

A Tribuna – Telesp ainda pode render dinheiro

SBT/VTV Momento LegalAção em busca de dividendos da Telesp/Telefônica-Vivo

  • Reply

    Gomes Silva

    01 04 2016

    Eu comprei tel nessa época, inclusive celular

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Gomes, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Irene do Carmo Cordero

    01 04 2016

    Gostaria de saber se eu tive algum contrato com telesp grata
    Irene do carmo cordeiro

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Irene, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Ricardo Rinaldini

    01 04 2016

    Olá Dr. e Professor Fabrício.
    Tenho ações da antiga telesp, mais estou com dificuldades em localizar.
    Motivo tive complicações de saúde grave, fiquei internado por meses em UTI quando sai do coma induzido por aparelhos, notei que não tinha mais total lembranças do Passado e não lembro onde guardei a documentação da aquisição da linha fixa.
    Hoje ainda mantenho a mesma linha em casa.
    Será que com meu CPF e o Nr da linha, consigo localizar em que banco essa açoes estão ?
    Fico no aguardo para contato.
    Ricardo

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Ricardo, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Acácio Lima dos Santos

    01 04 2016

    OiI Posocco! Aqui é o Acácio da Unisantos. Tudo bem? Bom, o meu caso eu acredito ser daqueles que receberam a menor por ações. Mas queria saber quais informações você precisa para verificar s existência de direitos oriundos desta situação. No aguardo. Forte abraço.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Acácio, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Denise

    02 04 2016

    Como saber se tenho direito…minha mãe já falecida adquiriu uma linha nesse período.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Denise, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Maria Regina Vianna Garcia

    02 04 2016

    Como posso saber se tenho esse dinheiro para resgatar?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Maria Regina, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Patricia

    03 04 2016

    Como faço pra saber se tenho direito a receber, quero ter acesso a essa lista.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Patricia, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

    • Reply

      Falo mesmo !!

      16 10 2017

      Gente, leiam o texto e parem de ficar perguntando a mesma coisa

  • Reply

    Sonia maria de castro

    03 04 2016

    Gostaria de saber saber se tenho direito

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Sonia, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Acácia Costa

    03 04 2016

    Boa tarde!!

    Adquirir meu telefone residencial pelo plano de expansão CEITE, ha muito tem atrás, Será que tenho direito??

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Acácia, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Jaime Antunes da Costa Augusto

    03 04 2016

    Gostaria de saber como faço para saber se tenho direito civil

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Jaime, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Alfredo c silva filho

    03 04 2016

    Por favor. Cheque meu nome. Alfredo Carvalho silva filho
    3473 4993. 13

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Alfredo, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    JOSÉ EICHINGER FILHO

    04 04 2016

    FAVOR CONFIRMA SE ESTOU INCLUÍDO NESSA RELAÇÃO.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá José, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    walter chaim filho

    04 04 2016

    boa noite..comprei uma linha telefonica em 1.992 ou 93..mas não foi direto com a telesp e sim com uma revendedora na epoca se não me engano era graça telefonica….tenho a linha ate hj… eu tenho direito ou não ou as açoes eh do primeiro proprietário da linha..

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Walter, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a VIvo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Lourival Luiz Lopes

    04 04 2016

    como saber se tem direito?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Lourival, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a VIvo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    katia meire santos

    04 04 2016

    Bom-dia.
    Temos um plano de expansão de 94. Temos direito a devolução? Como eu faço? Quais documentos são necessários?
    Desde já, agradeço.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Katia, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a VIvo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Sergio Luiz Rodrigues Godoy

    04 04 2016

    Gostaria de saber se ha acoes em meu nome.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Sergio, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a VIvo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    eleidiran leal de souza

    04 04 2016

    Gostaria de saber se tenho direito.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 04 2016

      Olá Eleidiran, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Emanuelle Oliveira

    04 04 2016

    Olá Alfredo, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
    Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
    Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
    Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    roseli tavares

    07 04 2016

    obtive informação através do Bradesco que possuo 39 ações em meu nome
    o que isso significa ? qual o valor de cada ação ? como faço pra receber ?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Roseli, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.
      Vale lembrar que as suas ações podem estar no Bradesco, bem como em outras agências bancárias.

  • Reply

    Nicoli

    07 04 2016

    Ola. Gostaria de saber se quem tem direito sao somente as pessoas que adquiriram a linha diretamente da telesp( de forma originaria) ou as pessoas que adquiriram a linha de terceiros nos anos 80 ou começo dos anos 90 e permaneceram com a linha ate hoje tambem possuem esse direito? Desde ja muitissimo obrigada.

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Oi Nicoli, tem direito apenas as pessoas que adquiriram a linha diretamente da Telesp.

  • Reply

    ELVIS

    07 04 2016

    como eu posso saber se tenho direito

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Elvis, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Rogelio Loureiro

    07 04 2016

    BOA NOITE,
    EM 16/05/1994 ADQUIRI UMA LINHA TELEFÔNICA PLANO DE EXPANSÃO!
    TENHO EM MÃOS NÚMERO CONTRATO.. SO QUE ALGUNS ANOS ATRÁS JA RECEBI AS AÇÕES..
    MINHA PERGUNTA,
    TENHO DIREITO ALGUM RESÍDUO?
    CASO TENHA QUAL O CUSTO QUE VOCÊS COBRAM PARA JUIZAR ESSE PROCESSO?
    ATT,

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Rogelio, provavelmente sim. Agende uma consulta grátis em nosso escritório para que possamos analisar o seu caso.
      Central de atendimento
      Posocco & Associados – Advogados e Consultores
      Baixada Santista – (13) 3468-3788 / (13) 3467-1149 – WhatsApp (13) 99200-9191
      São Paulo (Capital) – (11) 3373-7174 – WhatsApp (11) 94474-7174
      E-mail: atendimento@posocco.com.br

  • Reply

    Maria Roseli de Freitas assunção

    07 04 2016

    Eu tinha linha da telespe bem antes de 1997, mas não tenho documento ou fatura das contas dessa época, mas lembro o número da linha, como eu faria nesse caso?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Maria Roseli, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Flavia

    07 04 2016

    Em Santos qual o endereço que posso estar dando entrada na documentação mencionada?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      18 04 2016

      Oi Flavia, você deve ir até as lojas da Vivo Fixo, localizadas na rua Ministro Xavier de Toledo e na Praça da Independência.

  • Reply

    riccardo

    08 04 2016

    Tvei uma linha celular em 96 gostaria de saber se tenho direito

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Riccardo, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Nicéa Lobato Silva Di Gianni

    08 04 2016

    Quero saber se tenho algum valor à receber

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Nicéa, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Diva Santana Bruno

    08 04 2016

    Como faço pra saber se tenho direito

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Diva, para saber se você tem direito, precisa ir a Telefônica/Vivo com o CPF/MF e perguntar sobre a existência de contrato/linha nos anos anteriores a 1997. A empresa fornecerá os dados – número da linha, número do contrato (NEC) e a data, sendo que isso é o que precisamos para ingressar com a ação. Os demais documentos são comprovante de endereço e cópia dos documentos pessoais.
      Caso o telefone seja de um falecido a consulta deverá ser promovida com os dados do falecido. O processo, por sua vez, deverá ser movido em nome dos herdeiros.
      Se ainda assim não tiver as informações, deverá ser realizada o envio de uma carta com aviso de recebimento para a Vivo/Telefônica, fornecendo os seus dados e solicitando essas informações dentro de um prazo de 30 dias.
      Se nada for informado, a cópia da carta e o AR servirão de motivos/base para o ajuizamento da ação.

  • Reply

    Fabiano

    09 04 2016

    Vocês vão entrar com qual ação para reaver esse dinheiro?

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      14 04 2016

      Olá Fabiano. Se for de seu interesse sim. Para isso, basta nos procurar.

  • Reply

    JUANAS L GARCIA

    03 05 2016

    comprei uma linha tel [plano de espansao em 1994 ]nec entrei com uma acao e perdi em 2012 a sentença foi que as açoes sao da telesp e da nec como assim? se fui eu q paguei o juiz diz que nao sao minhas POSSO ENTRAR DE NOVO COM AÇAO NO PROCOM tenho o comtrato e o carne pagos obrigada pela atençao JUANA

    • Reply

      Emanuelle Oliveira

      04 05 2016

      Oi Juana. Junte todos os seus documentos e vá ao Procon. Eles vão lhe auxiliar. Caso queira marcar a consulta conosco ligue para (13) 3467-1149 ou (13) 3468-3788.

  • Reply

    Maria Luiza de Oliveira

    12 05 2016

    Oi, tinha uma linha adquirida pela telesp, só que cancelei em 2oo5. Gostaria de saber se tenho direito nas ações.

    • Reply

      Posocco & Associados

      12 05 2016

      Olá Maria Luiza, se a sua linha é anterior ao ano de 1997, você tem direito. Para entrar com a ação é preciso ter em mãos número da linha, número do contrato (NEC) e a data de aquisição da linha.

  • Reply

    Tadao Júlio

    28 05 2016

    São apenas pessoas da baixada santista que tem direito ou do interior de SP ou capital de SP também teria?

    • Reply

      Posocco & Associados

      31 05 2016

      Olá Tadao. Todas as pessoas residentes no Estado de São Paulo têm direito a estes dividendos.

  • Reply

    Claudio Barbosa Pinto

    04 07 2016

    Olá.
    Adquiri uma linha em 1983. Entretanto me informaram que só tem direito quem adquiriu linhas em 1997 e 1998, Isso é verdade?

    • Reply

      Posocco & Associados

      07 07 2016

      Olá Claudio, por favor, procure um advogado da sua confiança ou a OAB da sua cidade. Leve consigo toda a documentação que tem sobre a linha. Estes profissionais irão tirar todas as suas dúvidas pessoalmente.

  • Reply

    Lacerda Luiz da Silva

    17 07 2016

    Possui telefone fixo nessa época, porém sou de Pernambuco – São Caetano é a cidade que eu moro. Gostaria de saber se eu também tenho direito a receber algum dinheiro.

    • Reply

      Posocco & Associados

      19 07 2016

      Olá Lacerda para saber se você tem direito você deve ter em mãos número da linha, número do contrato (NEC) e a data de aquisição da linha. De posse destes documentos, procure um advogado da sua confiança ou a OAB da sua cidade.

  • Reply

    Sergio

    17 08 2016

    Tenho o contrato da telesp do ano de 1996. Já vendi as ações na época. Será que tenho direito a alguma diferença é receber das açoes

    • Reply

      Posocco & Associados

      17 08 2016

      Oi Sergio, infelizmente o prazo para entrar com a ação encerrou no dia 15 de agosto.

  • Reply

    JUlio

    13 10 2016

    Olá, adquiri as ações da Telesp em 12/08/97, tenho direito a receber algum dinheiro?

    • Reply

      Posocco & Associados

      14 10 2016

      Olá Júlio, obrigado por nos contatar. Entendemos que o prazo para dar entrada com esta ação encerrou no último dia 15 de agosto.

  • Reply

    Ivanilde M. Peixoto

    20 10 2016

    Boa tarde!
    Tive várias linhas telefônicas em São Paulo/Capital e interior. Me lembro que nos anos 90 vendi minhas ações. Será que há alguma diferença pela qual valha a pena “batalhar”?
    Outra coisa….ainda hoje tenho uma linha telefônica adquirida ainda na época da Telesp. Até estive pensando em mandar desligar, pois hoje, uso as linhas da net.
    Se eu mandar desligar, isso me prejudicaria?
    Grata!

    • Reply

      Posocco & Associados

      24 10 2016

      Olá Ivanilde, obrigado pelo contato. O prazo para entrar com as ações da Telesp/Telefônica está encerrado.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *