Compartilhe esse conteúdo

O Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (SincomércioBS) realiza, a partir desta quinta-feira (3), a tradicional Semana do Desconto. O evento, que acontece desde 2013, pretende aquecer as vendas do varejo e movimentar a economia da região, auxiliando na retomada do comércio. A ação segue até 13 de setembro. Então, é uma semana de 10 dias. Não sei se você viu: pague 7 e leve 10.

A adesão à ação é gratuita e não requer nenhum tipo de cadastro ou inscrição junto ao Sindicato. Para integrar a campanha, basta que o empresário ou comerciante ofereça descontos em produtos ou serviços.

Além do apoio do SincomércioBS, o comerciante conta com uma nova plataforma para a participação na Semana do Desconto, que é a Semana Brasil.

O site www.compraremsantos.com.br funciona como uma vitrine virtual para o público poder acompanhar quem são os estabelecimentos participantes e, de repente, até ter mais informações sobre esses descontos oferecidos.

Então, a gente tem, a partir de hoje, uma Semana do Desconto, que vai durar 10 dias aqui na região. Uma tentativa de reaquecer o comércio e reaquecer a economia regional. Tudo isso é extremamente válido e necessário.

Fabricio Posocco acho que sempre vale a ressalva dos cuidados que as pessoas devem ter.

O Fábio citou a Black Friday, citou a redução e promoção coletiva quando a gente vê essas ações de fomento. Claro que elas são fundamentais. Mas, aqui no Brasil a gente tem um certo estigma com semanas e períodos de promoções. Eu não estou falando especificamente dessa, porque eu nem fui consultar quem são os participantes, nem os descontos que são oferecidos. Mas, muitas vezes, os descontos não são na prática o que se vende na teoria.

Então, quais são os cuidados que as pessoas têm que ter, tanto para o momento ‘de cinto meio apertado’ e não gastar demais quanto do ponto de vista legal para não comprar ‘gato por lebre’?

Esse é um tema recorrente que a gente acaba tratando na época da Black Friday e que vale, efetivamente, para essa Semana e para o consumidor aqui de Santos.

É muito importante economicamente para região e para as pessoas, tanto para os fornecedores que vão retomar a possibilidade de ganhar o seu dinheiro quanto para os consumidores. Mas, essa questão da impulsividade precisa ser bem tratada e analisada objetivamente por quem vai fazer essa compra.

Primeiro, talvez seja interessante a gente fazer uma pesquisa relacionada a esses preços que vão ser praticados. Porque é muito comum colocar superpromoção, 30% de desconto ou de ‘R$ X por R$ Y’. Só que, na verdade, o produto nunca custou esse ‘R$ X’. A Internet possibilita você fazer uma pesquisa rápida nessas lojas de grandes magazines ou supermercados, enfim, para que você consiga ter uma análise a respeito de quanto custa o produto específico. Para você saber se está existindo ou não essa situação de falsa promoção.

Segunda coisa importante, as pessoas precisam saber quem são os fornecedores. Porque a gente sabe que nessa época de empreendedorismo é muito importante fomentar essas atividades para todo mundo, só que a gente precisa tomar cuidado. De repente, vai aparecer uma situação específica, que vai ser impossível resolver. É o que a gente vê, principalmente, na questão de venda de veículo. A gente vê toda hora um golpe acontecendo. Questões que envolvem venda de computadores e periféricos. Toda hora golpe acontecendo. Esses produtos que são um pouco mais caros, você vai comprar e, de repente, não vão te entregar. Você vai comprar um produto ou serviço e vai ter um golpe alocado, gerando problema. Então, tem que tomar um pouquinho de cuidado com isso.

Se aquilo no mercado custa sempre X, não adianta você receber uma promoção de que vai custar 70% menos, que vai ter 70% de desconto, porque isso não vai acontecer.

A gente tem que tomar cuidado e ficar antenado que situações como essa, da Semana do Desconto, têm um lado muito bom, porque os fornecedores sérios acabam conseguindo fomentar a economia. Mas, para os consumidores que são ansiosos, que tem aquela vontade de fazer as compras e não pesquisa, não toma os cuidados necessários, pode causar um grande problema, um grande prejuízo.

Então, como consumidor, essas regras precisam ser analisadas.

Acessar o Procon aqui da Baixada Santista também é interessante. Porque, tanto a Fundação Procon em São Paulo quanto o Procon daqui, tem uma lista dos fornecedores que não se adequam as regras específicas. Seria uma lista negra de fornecedores que acabam trazendo problemas, que não entregam, que tem reclamações específicas. Por isso, também é interessante o consumidor dar uma olhadinha para não ter prejuízo.

É lógico que a Semana do Desconto é fantástica. Acho que é ótimo para a Baixada Santista como um todo, mas os cuidados são necessários para que a gente não tenha problema futuro.

Reportagem do jornalista Victor Miranda para o programa Manhã de Notícias, da rádio Nova FM, com participação do advogado Fabricio Posocco, do escritório Posocco & Advogados Associados. O programa contou ainda com o comentário do jornalista Fábio Lázaro, comando técnico de Leandro Guedes e participação do psiquiatra Rondinelli Salvador.

Veja a entrevista

OUTRAS INFORMAÇÕES

Reportagens em vídeo: posocco.com.br/tv
Reportagens em áudio: posocco.com.br/radio
De Olho No Seu Direito: posocco.com.br/#videos
Estes conteúdos também são encontrados no SoundCloud e no YouTube.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Facebook: facebook.com/PosoccoAssociados
Instagram: instagram.com/PosoccoAdvogadosAssociados
YouTube: youtube.com/PosoccoAdvogadosAssociados
SoundCloud: soundcloud.com/posocco
WhatsApp: (13) 99200-9191 e (11) 99217-5115

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *