Venda casada: banco não pode impor seguro

5 de maio de 2021

O consumidor não é obrigado a contratar seguro de proteção financeira indicado pelo banco. Esse seguro é uma ampliação do conhecido seguro prestamista. Quando o consumidor procura o banco para contratar algum serviço como, por exemplo, empréstimo pessoal, geralmente, este seguro é oferecido.

O seguro garante a quitação do contrato em caso de morte ou invalidez do segurado. Na cobertura adicional, protege o segurado quando há despedimento involuntário ou perda de renda. Todavia, adquirir esse seguro é uma opção do consumidor. O cliente deve ser informado e tem a liberdade para escolher o prestador de serviço que achar melhor.

A prática de impor ao consumidor a contratação do seguro com determinada seguradora é considerada venda casada. E venda casada é ilegal.

Para mais informações sobre seguro de proteção financeira, procure um advogado de sua confiança ou a OAB da sua cidade.

Este conteúdo faz parte da coluna “De Olho No Seu Direito, com professor Fabricio Posocco”, veiculada na rádio Nova FM.

Ouça a prestação de serviço